Controle de estoque eficiente: entenda como fazer! - Saffi

Você já deixou de ganhar dinheiro por não ter estoque? Um controle de estoque ineficiente, além de fazer o seu negócio perder vendas importantes, pode resultar em mercadorias paradas, o que compromete o orçamento e gera prejuízos financeiros.

Contudo, muitos empreendedores costumam negligenciar essa estratégia por não entenderem como ela pode contribuir para aumentar a lucratividade e melhorar toda a gestão da companhia.

Pensando nisso, neste post vamos falar sobre o que é controle de estoque e sua importância, além de listar dicas de como fazê-lo de forma eficiente. Continue lendo e confira!

O que é controle de estoque?

É uma estratégia que tem o objetivo de planejar, organizar e gerir o volume de mercadorias armazenadas por uma empresa, de maneira que seja possível otimizar os recursos e aumentar a lucratividade.

Qual é a importância do controle de estoque?

A gestão eficiente das mercadorias traz diversos benefícios para o seu negócio. É possível evitar prejuízos por vencimento ou deterioração, aumentar a lucratividade em determinados períodos, substituir produtos em épocas que são menos rentáveis e reduzir custos.

Dessa forma, a empresa trabalha com os volumes sempre otimizados, tirando um bom proveito de cada situação e fazendo um melhor uso do capital de giro.

Como fazer um controle de estoque eficiente?

Para implementar uma boa gestão de estoque, é necessário adotar alguns passos. Confira a seguir.

Organize o estoque

Antes de tudo, é fundamental registrar todas as informações importantes relativas ao estoque. Reúna dados como a quantidade de cada produto, código, preço, data de validade e outros. Com isso, é possível dar início ao processo de organização.

Em seguida, você deve atentar para o espaço de armazenamento e definir a localização de cada mercadoria conforme as necessidades específicas, como temperatura, umidade, circulação de ar etc. É importante reunir os produtos do mesmo tipo em um único local, pois isso permite que eles sejam facilmente encontrados e simplifica a visualização do volume em estoque.

Definida a localização, escolha um esquema de organização considerando as características do produto, como ordenar os perecíveis por ordem de validade.

A organização do estoque torna a sua empresa mais produtiva e rentável, pois ajuda a ganhar tempo nas rotinas, além de evitar investimentos desnecessários em infraestrutura.

Defina processos e responsabilidades

É fundamental estabelecer rotinas que visem controlar e gerir o estoque, como estipular o período em que o estoque será contabilizado, verificar a entrada e saída de produtos, registrar dados, definir modelos de organização dos materiais, estabelecer o método de controle e verificar se o volume físico corresponde aos dados do sistema.

Além do mais, você deve definir os responsáveis por realizar, acompanhar e gerir cada tarefa referente aos processos de controle.

Tenha um fluxograma bem controlado

O próximo passo é estabelecer um caminho claro e bem definido que deve ser seguido pelas mercadorias, além de registrar precisamente cada movimentação de entrada e saída dos produtos.

Pode-se utilizar diferentes métodos para estabelecer o fluxo do estoque, como o PEPS (Primeiro Entra, Primeiro Sai), que prioriza a saída dos itens mais antigos. Um outro fluxo pode ser o UEPS (Último que Entra, Primeiro que Sai), que é utilizado quando o lote mais recente é mais caro, o que faz com que o preço de mercado aumente e gere um lucro maior quando começar a consumir os lotes anteriores.

Além disso, o controle do fluxo gera um histórico que facilita a definição do estoque para os diferentes períodos do ano.

Estabeleça datas para compras

Você deve estipular datas para as compras, para isso, considere fatores que possam otimizar os resultados da empresa.

Primeiramente, são necessários bons fornecedores, o que permite reduzir riscos e conseguir vantagens como melhores preços e facilidades no prazo e forma de pagamento.

Em seguida, você deve considerar o histórico de movimentação do produto ao longo do ano — e não somente o volume atualmente no estoque. Alguns fatores podem influenciar na procura de um item em determinados períodos, ocasionando uma grande demanda em uma dada época e em outras não, o que é chamado de sazonalidade.

Por último, levando em conta as considerações anteriores, deve-se escolher as datas de maneira que seja possível obter benefícios, como comprar em períodos em que os produtos estejam custando menos.

Defina o limite mínimo e máximo de mercadorias

É essencial manter a quantidade de mercadorias no estoque em um nível otimizado, pois a falta — ou excesso — acarreta prejuízos para a companhia.

Devido às diferentes demandas durante o ano, é preciso saber analisar o mercado e estabelecer as quantidades mínimas que serão necessárias para cada período; assim, não há o risco de esgotamento dos itens e, consequentemente, de perda de negócios. Da mesma forma, é preciso definir o número máximo de produtos no estoque considerando o histórico, para que não ocorra deterioração e dinheiro parado.

Níveis de estoque otimizados aumentam os lucros nos períodos de grande demanda e permitem a utilização de recursos em produtos mais rentáveis em períodos de baixa demanda.

Controle as operações

É muito importante que você verifique se os dados referentes às ações estão saindo como o planejado.

Você deve observar se os produtos estão armazenados e organizados corretamente, se estão sendo comprados nos prazos certos e nos volumes estipulados, se a quantidade de produtos em estoque corresponde aos registros etc.

Com isso, é possível identificar falhas nos processos e ajustar o plano de ação para a realização de um controle ainda melhor.

Utilize um software

Para realizar um controle de estoque eficiente, é necessário estruturar um planejamento que englobe as estratégias listadas nos tópicos anteriores.

Contudo, não é fácil quantificar o estoque necessário sem um histórico em mãos, assim como é difícil saber o fluxo exato de entrada e saída sem ter um processo seguro. Considerando isso, o ideal é utilizar uma ferramenta que simplifique e facilite os procedimentos da empresa, evitando erros e aumentando a produtividade.

Um software de controle de estoque, além de reunir todas as ferramentas necessárias para um melhor manejo, auxilia toda a gestão da empresa, pois trabalha integrado com todos os setores, trocando informações precisas e que auxiliam a vida do gestor.

Conhecer e gerir bem as mercadorias evita prejuízos, otimiza a lucratividade e facilita todo o planejamento e gestão da sua empresa. Realizar o controle de estoque pode parecer complicado, entretanto, após essas dicas, você está apto a realizá-lo com muito mais propriedade e pode fazer o seu negócio crescer a ponto de expandir em franquias.

E aí, já sabe como realizar o controle de estoque da sua empresa? Aprenda muito mais sobre esse universo! Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *