8 dicas de como ter um bom relacionamento com fornecedores - Saffi

Quando você pensa em relacionamento com fornecedores, quais são suas maiores dificuldades? Encontrar empresas que oferecem os produtos que você demanda e com qualidade elevada pode ser um pouco desafiador, mas quando você encontrar, é preciso garantir a parceria.

Muitas empresas esquecem de trabalhar o bom relacionamento com fornecedores, colocando em risco todo o processo produtivo e de qualidade dos produtos e serviços a serem oferecidos.

Para que você não caia nesse erro, decidimos criar um conteúdo cheio de dicas que vão ajudar você a melhorar o relacionamento, adquirir novos fornecedores, conseguir descontos e condições especiais, além de aumentar a rentabilidade do seu negócio por meio de parcerias de sucesso. Confira!

Por que ter um bom relacionamento com fornecedores?

Se existem tantas opções de fornecedores no mercado, por que criar um bom relacionamento com os seus? A resposta é simples: praticidade, qualidade, consistência e compromisso. Nas competências da gestão de projetos e gestão de empresas, sabemos que é necessário fazer uma análise de possíveis riscos e, junto a ela, uma proposta de soluções para cada um deles.

Entre os possíveis riscos que podem ser enfrentados pela sua empresa, está a falta de um bom fornecedor: quando não se tem um relacionamento estruturado com essas empresas, você corre o risco de perder a parceria, não ter condições especiais na negociação e enfrentar preços exorbitantes, por exemplo.

Com a perda do fornecedor ou o aumento expressivo dos preços dos produtos e serviços terceirizados, sua empresa pode perder a qualidade, perder prazos e até ter lucros baixos, pela necessidade de reajuste no valor dos serviços e produtos comercializados. Um bom relacionamento com fornecedores pode ajudar você a manter a estabilidade, qualidade e bom preço na sua empresa, que fica muito mais atrativa para o mercado.

Como ter um bom relacionamento com fornecedores?

Para que você comece a mudar hoje mesmo a realidade do seu negócio, é preciso criar uma rotina de ações que traduzem esse bom relacionamento com fornecedores. Nenhuma dessas ações é muito complexa, mas é natural que as empresas não prestem muita atenção na necessidade de seguir com cada uma delas para a saúde do negócio e manutenção da parceria.

Caneta e papel na mão, vamos ao que pode ser feito.

1. Crie parcerias

O primeiro passo é criar parcerias. O seu fornecedor precisa ser o seu parceiro, e isso significa ter uma política de boa vizinhança nas relações entre ambas as empresas. Assim como você quer que ele enxergue sua empresa como um bom cliente e torça pelo seu crescimento, o caminho inverso também é necessário.

2. Alinhe processos

É fundamental alinhar processos que sejam funcionais e respeitem as especificidades de cada empresa e de todos os seus fornecedores. Esse alinhamento pode incluir:

3. Estabeleça meios e formas de comunicação

Uma vez com os processos de compra e venda alinhados, é hora de alinhar os meios de comunicação entre as duas empresas.

A importância desse alinhamento está diretamente relacionada à segurança de ambas as partes, que precisarão de um meio de comunicação eficiente que, além de manter um bom histórico de pedidos, deixe registros para consulta prévia ou posterior, caso haja necessidade.

4. Entenda que o preço não é tudo

Entender que o preço não é tudo é fundamental para garantir que a sua parceria vá além do “fornecedor mais barato”, já que nem sempre a opção mais barata é a mais interessante para a sua empresa.

Alguns fornecedores têm o preço um pouco mais elevado, mas os produtos são de qualidade inquestionável, agregando ainda mais valor para a sua oferta.

Ou seja, é necessário colocar na balança se você quer ser uma empresa que vende o básico e com qualidade regular, ou fazer a diferença no mercado e oferecer produtos com benefícios superiores aos da concorrência?

5. Negocie condições

Quando você tem fornecedores fixos e compra em atacado, negociar as condições fica ainda mais fácil.

Com uma boa relação, é possível ter condições diferenciadas de pagamento, prazo de entrega e, até mesmo, volume de pedidos. Tudo isso depende da relação que você cria com os fornecedores.

Com condições negociadas e algumas vantagens, você pode entregar produtos de qualidade com preços mais acessíveis no mercado, ter um prazo de produção menor e destacar seu diferencial competitivo.

6. Tenha um mix de fornecedores

Ter um mix de fornecedores também é interessante para prevenir crises e possíveis problemas. Imagine um cenário em que você precise muito de um determinado produto, e seu único fornecedor não pode entregá-lo. Como você faz?

O comum é entrar em uma leve onda de preocupação e buscar por outra empresa que consiga entregar produtos de mesma qualidade, no prazo que você precisa e com condições semelhantes.

O mix de fornecedores pode ajudar você nessa situação, já que você tem contato e um bom relacionamento com empresas que podem atender sua demanda, facilitando o processo.

7. Acompanhe os KPIs da parceria

Em alguns tipos de relação entre fornecedores e empresas, é possível definir indicadores-chave de performance para acompanhar. Ter esses KPIs bem definidos e acompanhá-los ajuda a melhorar a relação com os fornecedores, além de reforçar a parceria, trazendo ainda mais benefícios para as partes.

8. Valorize os bons fornecedores

Bons fornecedores precisam ser valorizados. Esse reconhecimento ajuda a estreitar e fortalecer a relação, reduzindo as possibilidades de problemas e quebra da parceria. Algumas ações podem ser realizadas a fim de valorizar a parceria, como:

A relação com os fornecedores é fundamental para o sucesso da sua empresa. Muitos podem ser os desafios no dia a dia do seu negócio, e a falta de parceiros qualificados e capacitados pode ser um deles.

Por isso, é preciso manter um bom relacionamento com fornecedores em parcerias duradouras, facilitando a rotina de trabalho e tornando os processos cada vez mais simples. Assim, você pode estruturar um relacionamento capaz de gerar bons frutos e prosperidade para a empresa!

Gostou do nosso conteúdo e quer aprender ainda mais sobre como gerenciar seu negócio e expandir sua empresa? Assine nossa newsletter e receba mais artigos como este em seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *