Capital de giro para empresas: entenda a sua relação com o crescimento do negócio - Saffi

Você que é empreendedor e ainda não entende a importância do capital de giro para empresas, definitivamente precisa ler este post até o final. Aqui, vamos apresentar qual é a relação existente entre o capital de giro e o crescimento da empresa.

Para isso, em primeiro lugar vamos explicar de uma forma bem simples o que é o capital de giro. Depois, você saberá como manter as contas do seu negócio organizadas contribui para a prosperidade da sua empresa.

Também vamos ensinar como fazer o cálculo do capital de giro. Dessa forma, seu negócio estará sempre com a saúde financeira em dia. Acompanhe!

O que é o capital de giro?

Como a própria expressão já diz, capital de giro é, de fato, o que faz o seu negócio girar. Em outras palavras, é o que você precisa para manter sua empresa operando todos os dias.

Ele também conhecido como ativo circulante em termos contábeis, por ser a diferença entre o passivo (dívidas) e o ativo (receitas) circulante. Ou seja, é a diferença entre o dinheiro que você tem em caixa e o dinheiro que você deve.

Portanto, o capital de giro é a quantia que você precisa para que sua empresa funcione regularmente. É importante deixar claro que não se trata apenas dos recursos financeiros propriamente ditos. Além de alocado na conta corrente da empresa, o capital de giro também pode estar em forma de estoque, matéria prima, contas a receber etc.

O pagamento de fornecedores, da folha salarial dos funcionários e de custos fixos como água, luz, internet, gastos com impostos ou despesas com manutenção também são itens que dependem do capital de giro para que possam estar em dia.

Já composições estruturadas por ativos circulantes, como investimentos em novas máquinas, aquisição de imóveis para ampliação do negócio ou reformas não são parte do capital de giro.

Qual é a importância do capital de giro para as empresas?

O capital de giro é fundamental para manter sua empresa saudável financeiramente, permitindo seu desenvolvimento sustentável. Para que você possa realizar uma gestão administrativa sólida e eficiente, é necessário ter o conhecimento dos recursos que você precisa para manter a operação do negócio funcionando corretamente.

Qualquer empreendimento só consegue garantir um bom funcionamento quando tem suas finanças equilibradas. Justamente por isso, é indispensável que pequenos empresários compreendam efetivamente a importância do capital de giro para empresas.

Ao garantir que seus impostos estão sendo pagos em dia, que os salários dos seus funcionários e as duplicatas dos seus fornecedores não terão atrasos no pagamento ou que não faltem recursos para qualquer outra atividade da empresa que necessite ser financiada, seu negócio será capaz de crescer e prosperar, tornando-se competitivo perante o mercado.

A imagem de qualquer empresa precisa transmitir credibilidade aos seus parceiros e funcionários, mostrando que pode arcar com seus compromissos financeiros. Afinal, são muitos os desafios que fazem parte do mundo empreendedor do pequeno empresário. Ao construir seu negócio dentro de um ambiente seguro e saudável, os obstáculos — mesmo que não previstos — serão vencidos.

Por outro lado, quando a empresa não está preparada para enfrentar um cenário de necessidade de capital de giro, a falta de recursos facilmente pode acabar obrigando o empreendedor a fechar as portas do seu empreendimento.

Desse modo, podemos afirmar que quando o empresário não tem mais condições de tocar as operações do seu negócio e encerra suas atividades, esse fato pode estar diretamente ligado à desorganização financeira.

Por que todo empreendedor deve organizar as contas do seu negócio?

Organizar as contas do seu negócio é primordial para tomar decisões acertadas, pois quando você tem a visão global da sua empresa, fica muito mais fácil visualizar oportunidades e identificar necessidades.

E não é só isso! Ao manter as finanças devidamente estruturadas, o gestor consegue agir de forma eficiente e diligente diante de situações inesperadas — algo que faz parte da rotina da vida empreendedora. Exemplos de imprevistos que o empresário pode precisar lidar são a inadimplência dos seus clientes, os gastos com rescisões de funcionários ou alguma manutenção não programada.

Agora que você já entendeu como organizar as contas do seu negócio contribui para ter uma empresa próspera e produtiva, é necessário saber de que forma você chega ao valor de capital de giro que a sua empresa precisa.

Como calcular o capital de giro para empresas?

O primeiro passo para calcular corretamente o capital de giro do seu empreendimento é mapear todos os seus custos fixos. Isso deve incluir o aluguel, os impostos, a folha de pagamento dos funcionários, entre outras despesas que são fixas. Esses gastos são chamados de passivo circulante (PC).

Depois disso, você deve mensurar o ativo circulante (AC), que são os recursos relativos às suas contas a receber, seu estoque, os adiantamentos aos seus fornecedores e funcionários, aplicações financeiras, conta corrente etc.

Achados os valores do AC e do PC, fica fácil calcular o capital de giro:

Capital de giro = ativo circulante – passivo circulante

Qual é a relação entre o capital de giro e o crescimento da empresa?

Caso você não tenha controle do capital de giro da sua empresa, poderá se ver em situações em que precisará buscar capital de terceiros para manter as portas do seu negócio abertas. Isso representa um bom dinheiro, pois as instituições financeiras trabalham com altas taxas de juros.

Aumentar o endividamento da sua empresa por causa da desorganização financeira é muito arriscado. Esse tipo de atitude deve ser feita com outras finalidades, como expansão e investimentos em novos projetos.

Portanto, para realizar uma gestão eficiente, garantindo um cenário próspero para o crescimento da sua empresa, é fundamental manter o controle rigoroso do seu capital de giro, prevenindo seu déficit.

Neste post, reunimos para você informações valiosas e muito importantes sobre a relação do capital de giro com o crescimento do seu negócio. Começamos definindo o conceito de capital de giro, depois mostramos sua importância na operação de qualquer empreendimento. Além disso, apontamos a relevância da organização das finanças, bem como a fórmula correta para o empreendedor chegar ao valor do capital de giro.

Agora que você já conhece a importância do capital de giro para empresas, deixe seu comentário contando quais outros desafios você enfrenta na sua rotina empreendedora!

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *